Publicado em 04/11/2019 às 20h26 | 6326 visualizações | |

Craque tefeense é chamado pela seleção brasileira de futebol

Paulo Ricardo Babilônia passará de dez a quinze dias na Granja Comary

 

 

Paulo Ricardo Babilônia, 14 anos, o Paulinho, como carinhosamente é conhecido em Tefé vai se firmando como promessa de jogador de futebol e a cada dia faz o seu sonho de menino ficar mais próximo da realidade.

Integrado nas categorias de base da equipe do Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, desde 2014, quando tinha apenas oito anos de idade, depois de um teste na capital carioca, o garoto, que carrega a genética do pai, Ricardo Babilônia, famoso em uma das edições do Peladão de Manaus, quando foi eleito o melhor jogador daquela competição.

Se o pai não teve lá essas oportunidades de se profissionalizar, ao contrário, o filho goza de todas as prerrogativas de um talento nato. Hoje, próximo de completar os seus quinze anos, o menino que sempre sonhou em ser jogador de futebol coleciona medalhas e títulos. Apesar de jogar como lateral já carrega no currilum algumas dezenas de gols e assistências.

Em recentes participações em competições o atleta mirim tem conquistado títulos estaduais e regionais nas suas categorias. Acabou de conquistar a Copa brasileirinho realizada em Minas Gerais e foi vice na Copa Brasil Japão e está na semifinal do segundo turno da Taça Rio.

Com um plano de Gestão de Carreira já nas mãos, com empresário e contrato de formação assinado com o Vasco da Gama, Paulinho segue firme na busca do sonho de ser jogador de futebol. Na última quarta-feira o garoto recebeu mais uma boa notícia, foi convocado para um período de treinamento com a categoria sub 15 da seleção brasileira de futebol. Ele já se apresentou à seleção na Granja Comary, em Teresópolis, onde passará de dez a quinze dias.

Apesar da importância da convocação, o feito não surpreende os pais do menino bom de bola. “O Paulinho sempre se destacou como o melhor na posição dele nas competições que ele participa, então a convocação para a seleção para mim não é nenhuma surpresa. Aqui no Vasco temos contato com jogadores e ex-jogadores de expressão e eles sempre fazem comentários muito positivo do Paulinho, além disso é um menino muito focado no jogo e muito determinado no que ele quer”, relata um pai orgulho.

Paulo Ricardo vive com os pais no bairro de São Cristóvão. “Depois de passar vário anos em Xerém, viemos pra cá porque aqui fica mais perto do estádio São Januário e isso facilita os treinamentos”, relatou a mãe Regilane Babilônia.

Para se manter a família depende de uma bolsa da equipe do Vasco da Gama e dos bicos que o pai faz, normalmente como pintor. A família conta também com o aluguel de um dos quartos do pequeno apartamento onde vive. Os inquilinos são jovens jogadores do Vasco que assim como o tefeense buscam a vida como jogador de futebol.

Apesar de todas as dificuldades encontradas pela família ao longo desses anos a mãe comemora a situação que vive hoje. “Graças a Deus o mais difícil já passou. Nós não temos dúvidas de que as coisas ainda irão melhorar muito. O mais importante hoje é estar perto do nosso filho, amá-lo, vê-lo crescer e realizar o sonho dele, que também é nosso. Isso é o mais importante de tudo”, finalizou.

Paulo Ricardo conta hoje também com um patrocínio da Nike. A empresa oferece ao atleta as chuteiras. “Pode parecer pouco, mas é uma ajuda e isso mostra também visibilidade. A empresa só faz isso quando ele acredita no atleta”, destacou o pai.

Em Tefé é grande a torcida pelo menino bom de bola e ao que parece é apenas uma questão de tempo vê um tefeense brilhar nos gramados brasileiros. E como o sonho do garoto é o Real Madrid, a Champions League não será um sonho impossível.

 

Tags

sem tags

Comentários

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Geral