Curta a nossa página
Tefe
+31°C
22/09 15h44 2018 Você está aqui: Home / Geral Marcela Orquiz Mathias Imprimir postagem

Ministério Público de Tefé ingressa com processo contra a Claro

Por: Marcela Orquiz Mathias

A operadora Claro S/A está sofrendo uma ACP (Ação Civil Pública) do Ministério Público em razão das múltiplas reclamações recebidas diariamente pela Promotoria de Justiça na cidade de Tefé.

Mesmo com serviço de internet móvel disponível em toda a cidade desde o início do ano, a qualidade do sinal não atende às necessidades da população, que reclama constantemente da instabilidade dos serviços prestados. Esse descontentamento levou à compilação de várias reclamações em um abaixo-assinado.

Os principais motivos de reclamação são: Dificuldade para realização de chamadas; instabilidade ou perda de sinal; dificuldade para envio de SMS; sinal de internet precário.  

 Além disso, houve um aumento significativo na venda de chips e serviços da Claro em Tefé sem que tenha sido feito um investimento proporcional ao crescimento da clientela, o que contribuiu para a insatisfação da população. m

A ação exige que a Claro seja proibida de comercializar novos chips e novas linhas telefônicas na cidade de Tefé, bem como seja vedada a sua publicidade no estado do Amazonas, até que sejam tomadas as providências técnicas necessárias, que consistem na instalação de duas novas antenas para melhorar a qualidade do sinal. O descumprimento dessa medida resultará na aplicação de uma multa de 50 mil reais por dia. Além disso, a empresa deve pagar uma indenização de 62 milhões de reais para o município.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.