Curta a nossa página
Tefe
+31°C
09/09 22h41 2018 Você está aqui: Home / Geral Raifran Brandão Imprimir postagem

Carlinhos Bessa se fortalece e renova a esperança de Tefé ter um deputado

 
 
Filho do ex-deputado Eduardo de Nunes de Sá, o Sazinho e irmão do prefeito de Tefé, o advogado Carlinho Bessa carrega nos ombros o peso da responsabilidade de representar o médio Solimões na Assembleia Legislativa. 
Calmo e bem humorado, ele traz no Curriculum a experiência da vida jurídica, onde atuou tanto como advogado de instituições públicas como privadas. Mas foi na vida pública que enxergou a importância e a necessidade da representatividade na capital amazonense.
Depois de quase um ano e meio como representante do município de Tefé, em Manaus, Carlinhos Bessa sentiu na pele o que é não ter um porta voz de peso na capital. “É, sem dúvida, uma das maiores dificuldades para quem dirige a Casa de Apoio de Tefé e região em Manaus, a ausência de uma liderança no Estado. O trabalho da Representação depende direto das instituições de saúde e de pessoas ligadas ao governo, que podem dificultar ou facilitar o atendimento de saúde dos nossos pacientes. Ter um representante nosso lá será uma porta aberta para o atendimento mais rápido”, destacou Carlinhos Bessa.
Inspirado na metodologia de campanha que elegeu o irmão prefeito de Tefé, Carlinho, 34 anos, filiado no Partido Verde - PV, segue uma rotina intensa de encontros e debates com lideranças, instituições e com a comunidade. “Nós escolhemos essa metodologia porque vem de encontro com os nossos projetos. Nós precisamos ouvir para representar melhor”, explicou. 
A metodologia vem dando certo, é visível o crescimento das manifestações em favor do candidato. 
Para Normando Bessa de Sá, prefeito de Tefé, a representatividade na Assembleia Legislativa é uma necessidade e uma obrigação. “É inadmissível que uma região como a nossa não tenha um deputado. Todas as eleições elegemos candidatos de outras cidades e quando precisamos de apoio em Manaus vamos procurar quem?”, indagou. 
Normando disse que é preciso ter cuidado com o que ele chamou de Oba! Oba! e alertou para as campanhas milionárias. “Não se pode brincar com o dinheiro público. Quem faz da política um negócio, um investimento, está buscando retorno financeiro e isso a população já entendeu, por isso vivemos outro momento, mas precisamos nos fortalecer para um projeto maior”, destacou. Ele disse ainda que não se pode admitir que pessoas que se apresentam como lideranças locais ficarem abraçando projetos alheios aos interesses do povo tefeense a troco de dinheiro. “Continuam querendo vender o voto do tefeense”, atacou.
Com as demandas de saúde regional e o atendimento custeado apenas pelo município de Tefé todo investimento em saúde será insuficiente. Essa realidade poderá ser mudada agora. Se a esperança e responsabilidade andarem juntas nesta eleição Tefé estará em boas mãos.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados